Criando produtos que geram cada vez mais valor para os usuários

Só mais uma telinha”. “Se vocês tivessem a ‘funcionalidade x’, com toda certeza compraríamos”.

A vida de quem constrói produtos é sempre guiada pela presente – e constante – sensação de que os usuários devem guiar o desenvolvimento do produto.  Se eles querem, nós faremos.

Certo? Errado!

Os pedidos dos usuários servem para entender quais problemas reais e cotidianos que os incomodam – e precisam de solução; porém não são nem de longe o que devemos considerar na hora de implementar funcionalidades.

Algumas metodologias com o NPS (Net Promoter Score) ou F4P (Fit For Purpose) podem te ajudar a entender os pontos altos e deficiências do seu produto, sendo excelentes pontos de partida para novas opções e possibilidades. 

Nosso time de Discovery está sempre ligado para entender como nossos clientes podem traduzir esses indícios de necessidades em funcionalidades simples, que deem conta do recado.

Uma ferramenta imprescindível nesse contexto (antes mesmo de desenvolver soluções finais) é o uso de protótipos, que podem te ajudar a validar possíveis opções junto aos clientes, sem codar sequer nem uma única linha de código!

E você, como tem tomado as decisões sobre os updates e novas funcionalidades em seu produto?

O Autor:

O Autor:

Artigos relacionados