As 5 maiores armadilhas na hora de contratar desenvolvedor de Software

Contratar desenvolvimento de software pode parecer algo super simples, mas em muitos casos acaba virando uma grande dor de cabeça.

Confira esse super conteúdo que preparamos sobre os principais atalhos que podem se tornar enrascadas na hora de tirar sua ideia do papel ou contratar serviços de desenvolvimento para os sistemas da sua empresa.

1 – O Exército de um homem só: o freelancer

Muitas vezes ele é um profissional que presta serviço para várias empresas. E nesse cenário, a principal preocupação do Freela acaba sendo entregar para receber.

Dessa forma, sobra pouco espaço para um controle de qualidade mais apurado…

2 – O Software pronto que pode funcionar

Você tem uma ideia em mente e, depois de pesquisar, descobre soluções que resolvem partes do problema e decide usá-las.

Porém, elas não contemplam todas as funcionalidades do seu Projeto. O que você faz?

  1. Desiste da ideia como um todo e aceita “copiar” algo pensado antes, mas que você sabe que poderia ser melhor e mais rentável?
  2. Cria um “Frankenstein” feito de partes de soluções prontas que não conversam entre si?

3 – Índia, Paquistão? Terceirizar no Exterior?

Ok, você decidiu que a melhor forma de seguir é realmente desenvolver sua ideia. Você luta para elaborar o projeto e, mesmo sem a validação, contrata desenvolvimento de baixo custo.

Se já é difícil dar conta de cobrar um freelancer local, imagine um que não fala sua língua e pode sumir para sempre, levando embora meses de trabalho e alguns dólares.

4 – Agência de publicidade que irá “quebrar o galho”

O nome já diz: Publicidade. Na verdade, é nisso que elas especialistas, não é mesmo?

Muitas vezes, existe por lá um desenvolvedor júnior, que não faz ideia do tamanho do processo, mas que pega o Job para ser feito, e bem … Com isso, voltamos ao problema dos seus meses e recursos sendo consumidos. Isso quando a agência não “quarteiriza” o trabalho.

Pensa no telefone sem fio!

5 – O Sobrinho que “manja de tecnologia”

Quem nunca disse ou ouviu essa expressão… Chega até a ser uma piada clichê não é mesmo?

Mas infelizmente algumas pessoas pensam que tecnologia é como montar um lanche no Subway: quem conhece um, conhece todos.

Novamente: Seus preciosos dólares irão se esgotar antes do projeto chegar na metade e ainda vai ter climão no jantar de Natal.

Sobre o Autor: